Últimos Posts

segunda-feira, 22 de maio de 2017

22/05 - Santa Rita de Cássia

22 de Maio de 2017

Santa Rita de Cássia

clip_image002

“Intercessora das causas impossíveis”

Rita nasceu no ano de 1381, na cidade de Cássia, na Itália. Desde a infância sabia que sua vocação era a vida religiosa. Mas, em obediência a seus pais, Rita se casou com um homem chamado Paulo Ferdinando, e tiveram dois filhos.

No início do casamento Paulo era um homem bom, mas com o passar do tempo tornou-se agressivo e violento. Rita suportava tudo com paciência e oração, sempre pedindo a Deus pela conversão de seu marido. Até que um dia Paulo se converteu e passou a ser um bom pai e um bom marido. Mas seu passado o perseguiu, e ele acabou sendo assassinado pelos seus antigos inimigos.

Quando seus filhos cresceram, resolveram vingar a morte do pai. Rita tentava de todas as formas, impedir que seus filhos cometessem essa loucura. Não conseguindo, fez o pedido mais doloroso de sua vida. Pediu a Deus para tirar da cabeça de seus filhos a ideia de vingança, e se isso não fosse possível, que Deus os levasse para junto Dele, antes que eles cometessem o pecado da vingança e perdessem a sua alma.

 Assim aconteceu, em menos de um ano os dois filhos de Rita morreram atingidos por um raio, não concretizando a vingança.

Rita ficou sozinha e resolveu seguir a vocação revelada ainda na infância. Por duas vezes não conseguiu entrar na Ordem Agostiniana.  Pediu com fé a intervenção Divina e alcançou a graça.

Ela se entregou, completamente, a uma vida de oração e penitência, com humildade e obediência total às regras agostinianas. Sua fé era tão intensa que na sua testa apareceu um espinho da coroa de Cristo, estigma que a acompanhou durante quatorze anos, mantido até o fim da vida.


Rita morreu em 1457, aos setenta e seis anos, em Cássia. Sua fama de santidade atravessou os muros do convento e, por sua intercessão, muitos milagres lhe são atribuídos. Foi canonizada pelo Papa Leão XIII, em 1900. É considerada a santa das causas impossíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguir por E-mail